domingo, setembro 14, 2014

Interrupção por tempo indeterminado (mas longo)

Há já algum tempo que pretendia escrever este artigo, embora houvesse evitado fazê-lo até agora; porém, o facto é que os meus leitores merecem-me esta explicação, a qual não pode mais ser adiada.
É óbvio para todos os que visitam este espaço que há muito deixei de actualizá-lo com um nível mínimo de assiduidade e regularidade admissíveis. Tal não sucede por acaso: correntemente, o acto de escrever tornou-se-me penosíssimo, havendo perdido o ânimo para concretizá-lo de que beneficiei - melhor ou pior - nos últimos dez anos. Por isso, neste momento, confesso-o, sinto necessidade de interromper o trabalho aqui desenvolvido, ao menos por um tempo razoavelmente longo.
Não poucos factores contribuíram para esta minha situação de enorme desânimo e sensação de grande desencantamento. Passo a enunciá-los: o bloqueio total e selvagem que a aplicação do Motu Proprio “Summorum Pontificum” sofreu em Portugal; o golpe brutal da abdicação do Papa Bento XVI; a proibição dos Franciscanos da Imaculada de celebrarem a Missa Tradicional de rito latino-gregoriano, com o consequente fim da Missa que oficiavam em Fátima, o que me perturbou espiritualmente não pouco; enfim, a notória desorganização e falta de militância empenhada do campo tradicionalista também em Portugal. Num plano mais pessoal, ajudaram  também muito a este estado de coisas, a doença grave e o falecimento de um familiar próximo e querido - a minha Mãe, e uma vida profissional com um grau de exigência impiedosa que me priva de todo o tempo necessário para que um blogue com estas características possa ser mantido com um grau de qualidade aceitável perante os leitores.
Por todos estes motivos, como já disse, interrompo por tempo indeterminado o meu trabalho neste espaço. Não digo que não o volte a fazer, mas por ora não (de resto, o que eu aqui escrevia, outros escreviam-no e escrevem-no com muito mais qualidade, por exemplo, no “Rorate-Caeli”, no “Fratresin Unum”, no “Panorama Católico”, no “Caminante” ou no “InfoCaotica”). Ao Rafael, deixo-lhe a liberdade de manter a sua inestimável colaboração com esta “Casa”, aqui podendo continuar a publicar, caso o queira e deseje, os seus sempre magníficos e acutilantes artigos.
Por mim, termino, agradecendo a todos aqueles que foram meus leitores ao longos destes anos, pelo tempo e atenção que me dispensaram e dedicaram, o que me honrou muitíssimo.
Enfim, faço apenas mais um voto: que Deus e a Sua Mãe continuem a proteger a tradição católica por esse mundo fora!

7 comentários:

atrida disse...

Meu caro, votos de muita coragem (que sei que tem)para enfrentar tantos acontecimentos adversos. Grande abraço.

Anónimo disse...

Em primeiro lugar agradeço-lhe: os anos de apoio, de fé, de coragem.
Deu-me força, esclareceu-me.
Quão pequena é a minha fé!
A meio dos 72 anos de vida perdi quase toda a Família. Restam velhotes e velhotas como eu. E bem poucos conscientes do que é a vida.
Por sintonia sinto-o.
Deus o abençoe e nos dê mais oportunidades de o ler, de nos enriquecermos.
eao

Bruno Santos disse...

Um grande abraço.

Commiles disse...

Caro Miles,

Deparei, faz mais de um ano, com o seu blogue e, desde então, fui leitor (e, em certo sentido, antiquarista, à medida que descobria algumas publicações mais antigas) assíduo, tendo assitido, com muita pena minha, à progressiva redução do número de publicações - passando, muito naturalmente, a frequentar cada vez menos este espaço.

Pese embora umas quantas divergências fundamentais, saúdo e aplaudo o seu trabalho ao longo deste período. De grande delicadeza são os temas a que consagrou o seu blogue; e, contudo, escreveu - apesar de marcadas tomadas de posição - com notável serenidade e não menor qualidade. Muitas foram as vezes em que as suas publicações suscitaram a minha reflexão e em que, por seu intermédio, revi a minha própria leitura sobre muitos pontos.

Por isso lhe agradeço; e, apesar das profundas diferenças que, se bem vejo, nos separam, aplaudo o seu comprometido trabalho apostólico, único caminho rumo à comunhão.

Os meus agradecimentos.

Anónimo disse...

Please translate into Portugues and post a link to

http://www.ipetitions.com/petition/petition2CardinalsReFrancis

Thanks,


Gaetano Romano

Anónimo disse...

Pe. Alfonso Gálvez, Fundador da Sociedade de Jesucristo Sacerdote estará em Fátima 6-8/2/2015.

Celebrará Missa segundo rito tridentino na capela do Steiler Fátima (antigo Verbo Divino).

http://www.adelantelafe.com/peregrinacion-a-fatima-con-adelante-la-fe-6-al-8-de-febrero-de-2015/

Bom Natal.

Miles disse...

Agradeço vivamente a notícia!

Feliz Natal!